Quer saber como escolher o curso certo para a sua carreira?

Carreira

Rotina de estudos eficiente: saiba como criar a sua

2 janeiro, 2020

É fato: para disputar uma vaga na faculdade, é preciso ter uma rotina de estudos bem definida. Mas, como criar um ritual diário de forma eficaz?

As palavras-chave são: organização, planejamento, periodicidade e estratégia. Cada indivíduo possui seu próprio jeito de assimilar conteúdo, portanto, não há uma fórmula mágica. 

Mas, para dar início à própria rotina de estudos, é necessário: indagar o grau de dificuldade de cada matéria (e, assim, priorizá-la), verificar a disponibilidade de tempo (em caso de trabalho ou outras atividades) e ter em mente a finalidade dessa jornada (algumas carreiras são mais concorridas e exigem empenho extra por conta da alta concorrência).

Uma vez que o aluno é capaz de entender as próprias limitações/talentos, possui uma visão macro da própria rotina e está comprometido em conseguir a vaga tão sonhada, é hora de colocar a mão na massa!

Se você está nessa missão e não sabe por que ou como começar, saiba como criar uma rotina de estudos produtiva e eficaz!

Por que ter uma rotina de estudos?

Concentração, regularidade e disciplina implicam em um bom desempenho. Ter uma rotina de estudos bem sucedida auxiliará o aluno no futuro, tanto na faculdade como na vida profissional.

Criar um senso de autonomia e responsabilidade desde cedo é essencial para o amadurecimento intelectual e emocional do indivíduo. 

Ao traçar sua própria trilha de conhecimento, o aluno desenvolve habilidades extremamente importantes tanto para a vida pessoal quanto profissional: autoconhecimento, autocrítica, capacidade de resolver problemas complexos, planejamento e visão estratégica de resultados em médio/longo prazo.

Ao estabelecer uma rotina, o aluno é capaz de controlar melhor o tempo para cumprir com o cronograma, ficando mais confiante durante o processo. 

Seguindo à risca todos os passos, é possível assimilar conteúdo a partir de uma metodologia própria e manter a motivação, que pode ser transmitida para familiares, amigos e colegas de classe.

6 dicas para criar uma rotina de estudos eficiente

Crie seu próprio método

Cada pessoa possui um jeito próprio de aprender. Por isso, entender as próprias dificuldades é tão importante: assim, é possível delinear uma estratégia personalizada, a partir de ferramentas visuais, gadgets, videoaulas e outros materiais de apoio.

Crie um plano de estudos utilizando o mapa do Ensino Médio como base, separe um tempo para revisar conteúdos e fixá-los. Priorize as disciplinas ou assuntos mais difíceis, refazendo questões de provas antigas e diversifique sua grade de estudos.

Separe um lugar tranquilo para estudar

Procure um local sossegado, onde você possa se concentrar totalmente. Ficar longe de distrações e ter uma escrivaninha em um ambiente iluminado e bem ventilado também ajudam no rendimento.

Caso a sua casa seja muito movimentada, explique para seus familiares que é importante você ter seu cantinho para estudar tranquilamente, com mínimo de interferência possível. 

A biblioteca também é um local bastante propício para focar nos estudos, assim como na casa de um colega que esteja com a mesma determinação que você!

Seja fiel aos horários de estudo

A periodicidade na rotina de estudos é essencial. Assim, essa recorrência transforma o ato de estudar em hábito, facilitando ainda mais a assimilação de conteúdo. 

Nossa mente é condicionada à repetição e, ao manter a frequência, o cérebro fica mais propenso para absorver informações, aumentando as chances de dominar o conteúdo na hora da prova.

Existem várias formas de distribuir esse tempo. Se o aluno trabalha, por exemplo, é possível aplicar a técnica conhecida como Pomodoro, que consiste em dedicar-se a uma atividade por 25 minutos e fazer uma pausa por 5. Após repetir o processo por quatro vezes, a pausa deve ser um pouco maior: aproximadamente 30 minutos.

Aproveite o tempo livre e relaxe

Ao seguir à risca uma rotina de segunda a sexta, é possível tirar o final de semana para curtir com os amigos, descansar, praticar esportes e passear. 

Tudo isso ajuda muito na renovação mental e física, promovendo qualidade de vida e até mesmo auxiliando no desempenho do aluno. Ter uma vida social, ativa e saudável libera hormônios que potencializam a sensação de bem-estar e acalmam a mente.

Após uma breve pausa, o aluno se sente energizado e motivado para reiniciar as atividades na 2ª-feira.

Refaça provas de vestibulares anteriores

Para treinar de forma eficaz, nada como encarar de frente questões de provas antigas. É na prática que o aluno identifica suas dificuldades e treina habilidades argumentativas. 

Simular o momento da prova auxilia na capacitação individual e otimizada do estudante, que fica mais “sagaz” e íntimo não apenas do conteúdo como na forma em que ele é abordado nas avaliações.

Revise os conteúdos

Você sabia que as quantidade de informação estudada em um dia é bastante vulnerável e altamente propensa ao esquecimento?

A chamada curva do esquecimento (que descreve o quanto somos capazes de reter de informações recém adquiridas)  aponta mais de 50% de perda somente nas primeiras 24 horas? 

Por isso, revise os conteúdos periodicamente, utilizando mapas mentais, fluxogramas, post ist ou qualquer outro recurso que auxilie na fixação de conteúdo. 

Motivos não faltam para adotar uma rotina de estudos: além de se preparar para uma bateria de provas super disputada, tudo o que foi aprendido e os caminhos escolhidos para fixar informações ajudarão o aluno no futuro, seja para tomar decisões ou para resolver problemas complexos!

Gostou do artigo? Assine nossa newsletter e fique por dentro de dicas e novidades sobre estudos e carreira!

Newsletter VX Comunicação

Quer saber como escolher o curso certo para a sua carreira?