Quer saber como escolher o curso certo para a sua carreira?

Carreira

Orientação vocacional: o que é e porque ela pode te ajudar

30 janeiro, 2020

Você provavelmente já ouviu falar em orientação vocacional, no momento em que pensou ingressar em uma faculdade. Mas, como realizar esse processo de forma eficaz?

Escolher uma carreira profissional é uma grande responsabilidade. Tomar uma decisão não parece tão simples, na prática. Só no Brasil, existem, atualmente, 2.638 profissões registradas na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO).

A pressão para eleger uma área de especialização, na maioria das vezes, desperta muitas dúvidas e apreensão no estudante. Esse sentimento é normal, e pode ser facilmente resolvido por meio de uma consulta com profissionais especializados em orientação vocacional.

A transição do Ensino Médio para faculdade é um momento de profundas transformações e pode ser uma verdadeira saga para muitos estudantes.

No entanto, é possível contar com quem especialistas no assunto, que ajudam a definir ou redefinir a escolha de uma profissão! Entenda o que é orientação vocacional e sua importância.

O que é a orientação vocacional?

Trata-se de um conjunto de técnicas e metodologias que ajudam, de forma individual ou coletiva, na escolha da carreira profissional. 

Seu principal objetivo é associar campos de conhecimento e sugerir caminhos ou tendências profissionais mais próximas das possibilidades, capacidades e interesses do estudante.

Os chamados testes vocacionais, por exemplo, dão boas pistas sobre possíveis carreiras, e são uma ferramenta que auxiliam na tomada de decisão. Estes testes são resultado de pesquisas e avaliações regulamentadas pelo conselho da profissão, o CFP. 

Vale lembrar que esse tipo de orientação não serve apenas para alunos do Ensino Fundamental e Médio. Serve também para profissionais experientes, que já se formaram, porém, não estão satisfeitos com a profissão e pretendem investir em uma nova carreira.

Por que fazer a orientação?

Muitos não sabem, mas a orientação vocacional vai muito além de nortear o aluno na escolha de uma profissão.

A técnica também é uma poderosa ferramenta de autoavaliação, autoconhecimento e alinhamento entre habilidades/características pessoais e profissionais, estabelecendo uma ponte de entre trabalho e projeto de vida.

Motivos não faltam para buscar orientação:

  • Diminui o risco de desistência da faculdade
  • Promove autoconhecimento e autorreflexão
  • Facilita criação de um plano de estudos assertivo e eficaz
  • Proporciona autonomia e autoconfiança
  • Auxilia pessoas em busca de progressão ou mudança na carreira profissional
  • Oportuniza o sucesso profissional e pessoal
  • Ajuda a esclarecer dúvidas e a tomar decisões mais conscientes

Orientação vocacional ou Orientação profissional?

A orientação vocacional consiste na descoberta da vocação, ou seja, sua aptidão para facilitar a escolha de uma carreira, por meio de variados testes. Dessa forma, o indivíduo possui mais autonomia para escolher sua ocupação.

A orientação profissional, por outro lado, está vinculada ao estímulo do desenvolvimento profissional de colaboradores em uma organização. Tem como objetivo direcionar profissionais em suas jornadas, seja para impulsionar carreiras ou atingir resultados, e serve tanto para estudantes quanto para quem deseja mudar de profissão.

Em um mercado que se transforma rapidamente, é natural que profissionais já experientes desejem se reinventar ou se especializar em uma área específica.

Como fazer a orientação vocacional?

Este processo é realizado por um profissional formado em Psicologia, e pode ser realizado por meio de entrevistas, dinâmicas de grupo, questionários de interesse, testes de personalidade/aptidões específicas e testes projetivos.

Os dados coletados em cada atividade ajudam a determinar áreas de atuação, competências e interesses que mais têm a ver com o candidato. 

Os testes avaliam, analisam, esclarecem e informam áreas de interesse do examinado, bem como tendências e habilidades em áreas específicas de atuação profissional.

Existe, também, a possibilidade de realizar formulário amplo, que pode, por meio dos resultados apresentados, traçar um perfil desse candidato.

Vale lembrar que a orientação vocacional não escolhe pelo estudante, e sim funciona como uma valiosa ferramenta de apoio nesse processo.

Saiba por onde começar:

  • Informe-se sobre os diferentes métodos de orientação 
  • Converse com conselheiros ou orientadores educacionais da sua rede de ensino
  • Procure um profissional de confiança para auxiliá-lo corretamente
  • Lembre-se de que os resultados são referências de escolha, e não uma resposta definitiva
  • Converse com amigos próximo e familiares para trocar experiências 

A orientação vocacional funciona como uma espécie de triagem e representa um momento de descoberta e reflexão. Por isso, não hesite em buscar apoio profissional para auxiliá-lo nessa grande tomada de decisão!

Curtiu o post? Tem interesse em se manter informado sobre educação e mercado de trabalho? Assine nossa newsletter e não perca mais nenhuma publicação!

Newsletter VX Comunicação

Quer saber como escolher o curso certo para a sua carreira?