Quer saber como escolher o curso certo para a sua carreira?

Educação

O que é didática: um guia sobre o assunto

25 outubro, 2019

A didática está diariamente presente na vida de milhões de pessoas. A área de Educação está intimamente atrelada a esse conceito. Mas, qual sua importância, na prática?

A Pedagogia é a ciência que trata de todos os processos sistemáticos de educação e áreas correlatas. O curso superior prepara profissionais multidisciplinares para o estudo de teorias de ensino e aprendizagem, estendendo-se para outras frentes além das salas de aula.

Atualmente, o pedagogo pode trabalhar não apenas com Educação, como no Ensino Infantil, Fundamental e Médio, mas também em empresas de educação a distância, Gestão de escolas, editoras, Recursos Humanos, dentre muitos outros. 

A produção de conhecimento sobre técnicas de ensino da didática tem como finalidade tornar a docência mais reflexiva, de modo que a ação do professor não seja uma apenas reprodução de manuais. 

Se você deseja saber tudo sobre didática e sua importância, acompanhe nosso artigo!

Conceito de didática

A didática é um campo da ciência pedagógica, e consiste na criação e aplicação de métodos e técnicas de ensino. É responsável por estudar os processos de aprendizagem, princípios, formas e diretrizes comuns ao ensino de todas as áreas de conhecimento. 

A palavra tem origem na expressão grega “techné didaktiké”, e significa “técnica de ensinar”. O filósofo e pedagogo Iohannes Amos Comenius (1592-167), um dos maiores educadores da Idade Média, é considerado o pai da didática moderna. 

Dentre as principais inovações introduzidas por Comenius, estão: fundamentação do foco no método, universalização do ensino, caráter pleno da educação liberal, além de materiais para implantar sua proposta teórica.

Este ramo da Pedagogia amplia a capacidade crítica dos educadores em formação, para que possam refletir de forma objetiva a realidade do ensino, isto é, como a prática funciona.

É preciso que o profissional pense acerca dos conhecimentos adquiridos, criticamente, sobre a forma de ensinar, ponderar sobre o aluno, sobre conteúdo e quais são os motivos que levam um professor a ensinar determinado assunto. 

Elementos da didática

Resumidamente, o grande foco da didática são as relações entre ensino e aprendizagem. Seus objetivos são gerais ou específicos, e exigem conhecimentos de Filosofia da Educação, Teoria da Educação, Teoria do Conhecimento e Antropologia.

Seus elementos são:

  • Educador
  • Aluno
  • Conteúdo ou disciplina
  • Contexto da aprendizagem
  • Estratégias metodológicas

A partir desses elementos, é possível formular perguntas que definem componentes característicos da didática, dando forma ao seu conteúdo e objetivos. 

Para que, o que, para quem e como ensinar e sob quais condições são questões fundamentais.

Importância da didática em sala de aula

Muitos educadores buscam uma “boa didática” para envolver seus alunos. Para que a dupla teoria-prática funcione de forma efetiva, é preciso focar nos pilares do conceito:

Plano de Ação

O planejamento da ação didática analisa a realidade do docente e prevê alternativas para resolver dificuldades ou alcançar os objetivos preestabelecidos.

Refletir acerca dos recursos disponíveis, das necessidades dos alunos, do ambiente em que o conteúdo será ensinado, como, quando e por que. Tudo isso deve ser bem desenhado para que o educador tenha sucesso em sua jornada.

Conteúdos

Os conteúdos são elementos constitutivos da parte do plano de aula da ação didática. São eles que direcionam uma trilha de conhecimento previamente calculada.

O famoso “material didático” é um conteúdo educativo é selecionado estruturado de forma lógica, ajustado às necessidades de faixa etária e nível de desenvolvimento mental dos alunos. 

Professor/Aluno

Tanto o professor quanto o aluno pertence a grupos sociais. Convivem durante longo período de tempo, estabelecendo uma relação social por intermédio do processo de ensino.

Esse relacionamento dentro da sala de aula possui regras bem definidas. Por exemplo: atribuir responsabilidades, estabelecer prazos, permitir ou não o uso de determinados recursos, o direito de falar e de ouvir de cada uma das partes, dentre muitos outros.

Avaliação

A avaliação é uma etapa necessária do trabalho do educador. Elaborar testes, provas e trabalhos pontuados por capítulo ou unidade temática permite uma visão do quanto o material foi assimilado pelos alunos.

Verdadeiro “termômetro” do plano de aula, a avaliação é diagnóstica (aponta dificuldades do aluno, revela conhecimentos prévios etc.) ou pedagógico-didática (diz respeito ao cumprimento dos objetivos gerais e específicos da educação escolar. 

Métodos e técnicas de ensino

“Amarrar” objetivos e conteúdo: eis o grande objetivos de métodos e técnicas de ensino. Para que o “ensinar” seja eficaz, é preciso o que é geral para o ensino de todas as matérias com o que é específico das distintas metodologias.

A fim de executar um bom plano de aula, o profissional deve ter formação na matéria que leciona e também formação pedagógico-didática, que consiste em princípios gerais que estabelecem as relações ensino/processo de aprendizagem com aspectos específicos do ensino de determinada disciplina.

A didática coordena em um grupo geral de ensino as diversas ciências da educação, integradas às metodologias das disciplinas curriculares.

Agora que você já sabe o que é didática e qual sua importância na sala de aula, assine nossa newsletter para saber mais sobre educação e pedagogia!

Newsletter VX Comunicação

Quer saber como escolher o curso certo para a sua carreira?