Quer saber como escolher o curso certo para a sua carreira?

Educação

Competências e habilidades na educação: saiba como desenvolver

6 dezembro, 2019

Você se sente preparado (a) para ensinar? Possui as competências e habilidades na educação básica? 

Formar cidadãos críticos, criativos, participativos, autônomos e conscientes é uma grande responsabilidade, por isso, é fundamental conhecer as 10 competências gerais da educação de acordo com o MEC e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). A fim de garantir um processo pedagógico eficaz, professores e gestores devem estar a par dessa lista de atributos. 

Existe uma preocupação geral dos educadores de promover conhecimento além das operações fundamentais de matemática ou conjugação verbal. É necessário formar estudantes capazes de transformar a sociedade, com senso crítico e visão de mundo abrangente. Refletir e transformar são as palavras-chave, substituindo o conceito tradicional de “decorar e reproduzir”.

A escola é um espaço de construção e reconstrução dos saberes. Por isso, é preciso que os estudantes estejam preparados para prestar vestibular e também capacitados para aplicar conhecimento em situações do dia a dia.

Resolver conflitos, inovar, tomar decisões, dar forma e vida a ideias: eis os grandes desafios do profissional do futuro. Mas, como preparar o estudante para um mercado cada vez mais competitivo e em profunda transformação?

O curso de Pedagogia é um dos mais procurados do Brasil, e um pedagogo tem um grande dever a cumprir! Descubra quais são as competências e habilidades na educação e saiba como aplicá-las em sala de aula!

O que é competência?

Competência diz respeito à capacidade que um indivíduo possui de tomar decisões, liderar pessoas, resolver conflitos e aplicar seu conhecimento acadêmico no dia a dia.

Conforme definição do dicionário Aurélio, uma das acepções da palavra “competência” é: “Qualidade de quem é capaz de apreciar e resolver certo assunto, fazer determinada coisa; capacidade, habilidade, aptidão, idoneidade”.

Sendo assim, competências na educação implicam na aptidão de mobilizar recursos em prol de soluções.

Saiba quais são as 10 competências básicas previstas no BNCC:

1- Conhecimento

Entender e empregar o aprendizado em um determinado contexto sobre o mundo físico, social e cultural. Assim, é possível transformar e compreender a realidade, colaborando para uma sociedade justa e inclusiva.

2- Pensamento crítico, científico e criativo

Promover a curiosidade intelectual, o pensamento crítico/científico e a criatividade é essencial para realizar pesquisas, elaborar hipóteses, criar testes e validações. Assim, é possível criar soluções pautadas em conhecimentos multidisciplinares.

3-  Senso estético  e repertório cultural

Conhecer, valorizar e produzir manifestações artísticas e culturais nacionais e internacionais, relacionando-as logicamente com a realidade, faz parte do desenvolvimento do senso estético.

4- Comunicação

Expressar-se por meio de diferentes tipos de linguagem (verbal, verbo-visual, corporal, multimodal, artística, matemática, científica, tecnológica e digital), para que seja possível comunicar, de forma clara e eficaz, informações, sentimentos e ideias.

5- Argumentação

Argumentar é defender opiniões e ideias, com fundamentos pautados em dados e informações confiáveis, que respeitam a coletividade e o ponto de vista do outro.

6- Cultura digital

Em tempos de transformação digital, é de suma importância compreender o uso de ferramentas e aplicativos. A tecnologia é uma grande aliada para o processo de aprendizagem, e dominá-la é uma das competências mais importantes nos dias de hoje.

7- Autogestão

A autogestão é a capacidade de tomar decisões com responsabilidade, autonomia e consciência crítica. Esta competência ajuda o aluno a lidar com situações desde a idade escolar, e poderá aplicá-la na vida adulta.

8- Autoconhecimento e autocuidado

O autoconhecimento permite reconhecer as emoções e respeitar as atitudes e sentimentos de outras pessoas. Já o autocuidado diz respeito ao cuidado com o corpo e com as emoções. Ambos convergem para um convívio social saudável.

9-  Empatia e cooperação

Saber se colocar no lugar do outro e exercitar o diálogo é ter empatia, condição fundamental para uma boa convivência. A cooperação surge em momentos de conflito, que necessitam de mobilização coletiva para resolver determinado problema.

10- Autonomia

Agir de forma responsável e autônoma, assumindo os próprios atos e falhas, é imprescindível para tomar decisões de forma ética e democrática.

O que é habilidade?

As habilidades na educação nada mais são do que a aplicação prática de uma determinada competência para resolver uma situação complexa. 

“O saber fazer” consiste na capacidade do aluno em planejar abordagens, por meio de métodos e estratégias; em comparar conceitos, compreender fenômenos, executar planejamentos e analisar soluções de forma crítica.

Como competências e habilidades se relacionam?

Existe uma relação prática entre competência e habilidades na educação. Competências são o conjunto de habilidades desenvolvidas, que caracteriza um profissional e determina, por exemplo, sua área de atuação.

Habilidades são capacidades adquiridas, ações físicas ou mentais de um indivíduo. Devem, portanto, ser desenvolvidas na busca das competências.

Como aplicar os conceitos na prática da sala de aula

Para aplicar os conceitos de competência e habilidade diariamente em sala de aula, dar conta destas novas demandas e contemplar novos saberes, em tempos de transformação digital e tecnológica, é preciso ajustar os conteúdos e repensar o modelo de ensino. 

O papel da escola é preparar o jovem para lidar com situações de seu cotidiano e ser capaz de resolver problemas reais. Colocar o aluno em uma posição de protagonismo é essencial. Assim, é possível prepará-lo por meio de atividades lúdicas, dinâmicas e que exigem engajamento.

Promover debates, incentivar autoanálise, compreender a necessidade de cada aluno, estimular o diálogo e experimentar novos formatos de conteúdos são algumas formas de implementar os conceitos de forma prática.

Atividades extraclasse, jogos, premiações, experiências, pesquisas e situações de conflito/desafiadoras que coloquem o aluno em posição de protagonista ajudam no desenvolvimento de habilidades e competências. 

Vale lembrar que um estudante, ao desenvolver competências e habilidades na educação de acordo com as orientações do professor, saberá usá-las de maneira adequada e conveniente em seu dia a dia!

Com um bom plano de aula, o professor consegue atingir seus objetivos educacionais e contribuir na formação de milhões de cidadãos!

Agora que você já sabe quais são as competências e habilidades na educação, não se esqueça de assinar nossa newsletter e ficar por dentro das nossas atualizações!

Newsletter VX Comunicação

Quer saber como escolher o curso certo para a sua carreira?