Quer saber como escolher o curso certo para a sua carreira?

Carreira

10 dicas para ter mais motivação para estudar

16 janeiro, 2020

A motivação para estudar é a base para uma vida escolar ou acadêmica bem-sucedida. Destacar-se nos estudos e atingir objetivos são grandes desafios. Cada indivíduo possui as próprias motivações, e são elas que decidem determinado curso ou área.

Mas, como se manter motivado e bem disposto para os estudos, mesmo com uma rotina tão corrida e cheia de responsabilidades? O segredo está na gestão de tempo: com o devido planejamento, é possível administrar atividades diversas. 

Otimizar o aproveitamento das aulas, manter o ritmo e o foco e assimilar conteúdo parecem impossíveis para você? É bastante comum que, em situações de pressão com prazos apertados e grande volume de leitura desencorajem o estudante.

Porém, com uma boa organização e algumas dicas, você pode se manter motivado o ano todo! Acompanhe nosso artigo e descubra como.

Por que devo me manter motivado para estudar?

Embora as motivações sejam variadas e particulares para cada pessoa, são elas que contêm os “porquês” de cada sacrifício, cada decisão e cada rumo seguido.

Subjetiva e impalpável, a motivação não pode ser adquirida como um bem material, mas pode ser conquistada ou adquirida. Não é uma característica imposta de fora para dentro, pelo contrário! 

Ter autoconhecimento, visão a longo prazo e compreender a necessidade de se qualificar para disputar as melhores vagas são algumas condições primordiais para a motivação a estudar.

Lembre-se de que você está investindo tempo e dinheiro ao cursar uma faculdade. Faça valer esses momentos e extraia ao máximo de aproveitamento. A pessoa que mais ganha com isso é você mesmo!

Ao saber administrar seu tempo, assumir responsabilidades, cumprir prazos com pontualidade e resolver atividades complexas ajudarão bastante na sua formação, tanto na esfera profissional quanto pessoal.

10 caminhos para ter maior motivação para estudar

Vai prestar vestibular? Está enrolado com a grade da faculdade? Confira algumas dicas para facilitar sua vida:

1. Um dia de cada vez

Seu comprometimento é construído com calma, respeitando seu ritmo de aprendizado e sua disponibilidade de tempo. Cada dia é uma oportunidade para aprimorar conhecimento e manter a constância é fundamental.

Monte um cronograma possível de ser cumprido, fracione atividades e  crie uma atmosfera tranquila para que você possa se organizar.

2. Crie uma hierarquia de conteúdos

Dê atenção especial às disciplinas que você tem maior dificuldade. Assim, você facilita a assimilação de conteúdo e otimiza a gestão do seu tempo. 

Ao priorizar assuntos mais densos e que exigem maior empenho, você ganha tempo para correr atrás e ficará mais confiante com o progresso nos estudos. Não deixe aquela matéria mais chatinha para última hora: o quanto antes você se preparar, melhor o resultado!

3. Estabeleça objetivos claros de estudo

Pergunte-se: O que me levou a escolher esta profissão? Quais são minhas expectativas profissionais daqui a dez anos? A partir das respostas, fica mais fácil direcionar seus esforços.

Monte um calendário com tarefas diárias para organizar seus horários. Liste atividades e ações necessárias para avançar no processo. Exemplo: Na segunda-feira, estudar pelo menos dois capítulos de Biologia, realizar exercícios por uma hora e revisar matéria da semana anterior.

4. Defina regras que melhor se adaptem ao seu ritmo

Algumas pessoas são mais produtivas à noite, outras pela manhã. Independentemente do seu estilo de vida, não force a barra e faça um plano de estudos que se ajuste à sua rotina.

Quanto mais flexibilidade, melhor: o momento deve ser encarado como um trabalho qualquer, e não uma obrigação entediante. 

Se você prefere videoaulas, assista-as, se prefere apostilas e livros físicos, utilize-os na sua jornada. Existem muitas formas para adquirir conhecimento, explore-as à vontade!

5. Cuidado com o pessimismo alheio

“Ih, Economia é muito difícil!”, “Você não vai conseguir”, “Isso tudo é uma perda de tempo”. Essas frases soam familiares para você? Então, é possível que você esteja lidando com pessimistas de plantão!

Não dê ouvidos para quem te desencoraja! Às vezes, umas simples opinião negativa pode afetar nosso estado de espírito, tirando nossa vontade de seguir com nossos objetivos.

Releve comentários desse tipo e foque no seu melhor! Fique perto de pessoas com objetivos parecidos com o seu, para animar o processo e você poder compartilhar dúvidas e experiências com outras pessoas.

6. Cuide do seu bem-estar

Estude bastante, mantenha o foco e a constância … sem deixar de curtir a vida! Reserve momentos de descanso, faça pausas para um cafezinho ou sorvete, dê um mergulho na praia, pratique esportes e encontre seus amigos!

Equilibre seu tempo: quanto mais relaxado você se sentir, com maior clareza resolverá problemas e com maior facilidade assimilará conteúdo! 

7. Aprenda com seus erros

Falhar faz parte nesse processo, e é um dos maiores fatores que afetam a motivação para estudar. Tire proveito da situação: apure no que você errou e resolva as questões para tirar dúvidas.

Uma vez que você souber como, por que e onde errou, mais fácil será para evitar falhas no futuro!

8. Inspire-se

Conhecer histórias de pessoas bem-sucedidas é uma boa pedida para dar um toque de inspiração! Não se trata de copiar os outros ou encontrar fórmulas mágicas, e sim de contar com referências positivas para sua jornada.

Busque por pessoas renomadas e reconhecidamente gabaritadas sobre determinado assunto. Assim, você encontra dicas seguras de fontes, metodologias e outras ferramentas que podem dar um gás no estudos!

9. Utilize ferramentas visuais

Aproveite a Internet para utilizar aplicativos para facilitar sua rotina e aumentar sua produtividade. 

Ferramentas como Trello, Google Calendar, Instapaper, X-Mind, Passei Direto e muitos outros ajudam a organizar o fluxo de tarefas e exercitar conhecimento,  permitindo controle e acompanhamento de todo o processo.

10. Acredite em você

E, por último, acredite no seu potencial e tenha em mente seus objetivos a longo prazo. Quanto mais autoconfiante e relaxado você se sentir, melhor seu aproveitamento!

Uma autoimagem positiva repercute muito no progresso dos estudos, mantendo o aluno sempre motivado e disposto para novos desafios!

Como podemos perceber, motivação para estudar é algo que pode ser construído, com calma, de forma personalizada e eficaz! Com tantas ferramentas disponíveis, não tem nem desculpa, não é mesmo?

Curtiu o post? Então, assine nossa newsletter e não perca mais nenhuma publicação!

Newsletter VX Comunicação

Quer saber como escolher o curso certo para a sua carreira?